O fundador do Correio dos Açores e as ligações aéreas para as ilhas (1919-1937) – VI

VI – Depois do NC-4 e do Vickers “Vimy”: – Primeiras tentativas para voar sobre o Atlântico em Portugal

Os voos de Sacadura Cabral e Gago Coutinho, de Lisboa para a Madeira em 1921 e de Lisboa para o Brasil no ano seguinte constituíram motivos de orgulho nacional que assim participava no pioneirismo e nos avanços da aviação.

Continue a ler “O fundador do Correio dos Açores e as ligações aéreas para as ilhas (1919-1937) – VI”

Em suspenso!

É quase uma tolice escrever sobre este assunto, porque já foi dito quase tudo e o seu contrário, embora se desconheça o essencial. Desde que comecei a escrever o texto que, inicialmente, era limitado às quadras, muitas coisas mudaram. Umas foram refletidas outras não.

Continue a ler “Em suspenso!”

O fundador do Correio dos Açores e as ligações aéreas para as ilhas (1919-1937) – V

V – A primeira travessia aérea do Atlântico: o NC-4 “Liberty”

O NC-4, pilotado por Albert Read, cometeu a proeza de cruzar o Atlântico, da Terra Nova aos Açores, em Maio de 1919, voando 2240 Km em 15h18m

Continue a ler “O fundador do Correio dos Açores e as ligações aéreas para as ilhas (1919-1937) – V”

O fundador do Correio dos Açores e as ligações aéreas para as ilhas (1919-1937) – IV

IV – As facilidades nos Açores e a Base aeronaval norte-americana

As primeiras aeronaves nos céus dos Açores são, em 1918, os hidroaviões do US Navy, a quem são concedidas facilidades que abrangem o estabelecimento de uma base naval em Ponta Delgada

Continue a ler “O fundador do Correio dos Açores e as ligações aéreas para as ilhas (1919-1937) – IV”

O Processo de Participação da TAP no Capital da SATA em 1972: negócio ou imposição política? *

A integração da SATA sob o controlo da TAP constituiu uma opção de política económica inserida no processo de concentração empresarial, ao tempo em curso na economia portuguesa, por orientação e com o apoio do Governo.

Continue a ler “O Processo de Participação da TAP no Capital da SATA em 1972: negócio ou imposição política? *”

O fundador do Correio dos Açores e as ligações aéreas para as ilhas (1919-1937) – III

III – Uma década de viragem nos Açores: Grande Guerra e consequências

A emergência da aviação foi fator decisivo para acentuar a importância dos Açores, para além daquela que os próprios cabos submarinos, as estações de comunicação por rádio e os depósitos de carvão já lhe atribuíam.Continue a ler “O fundador do Correio dos Açores e as ligações aéreas para as ilhas (1919-1937) – III”

SATA: Da licença precária à concessão (11)*

3.9 A Concessão de 1972

A complexidade das negociações, sublinhada nas diversas intervenções acima citadas, terá sido responsável pelo atraso da formalização do acordo com a TAP e, consequentemente, pelo atraso da conclusão da assinatura do contrato de concessão. Com efeito, foi noticiado que, apesar dos Governadores dos três Distritos se encontrarem em Lisboa, convidados para assistir a este acto, “por dificuldades surgidas à última hora entre os sectores de uma das partes (…) não foi assinado na data prevista (sexta-feira última) o contrato de concessão de serviço público de exploração das carreiras (…)”. (1)Continue a ler “SATA: Da licença precária à concessão (11)*”

O fundador do Correio dos Açores e as ligações aéreas para as ilhas (1919-1937) – II

Artigo publicado no jornal Correio dos Açores a 17.11.2019

II – Uma década de viragem nos Açores (1910-1920): a implantação da República

Se quiséssemos, poderíamos deixar de lado as potências hostis da Europa se proporcionássemos um porto carvoeiro aos americanos, que nos defenderiam nos mares dos Açores.

Continue a ler “O fundador do Correio dos Açores e as ligações aéreas para as ilhas (1919-1937) – II”