Transporte de dirigentes políticos: Do Ascalon à “Vaca Sagrada”

 

 VC-54C USAF, via cnn.comVC-54C, vendo-se a janela retangular blindada referida no texto (Foto USAF, via cnn.com).
A utilização desta imagem deve-se à sua  relevância iconográfica para o presente trabalho e ao facto de a mesma estar acessível na internet sem requisito de autorização prévia quanto à sua utilização em textos desta natureza. Vai, assim, creditada quanto à sua fonte original e material. 

Consta que, certo dia, o avião do general Dwight E. Eisenhower, mais tarde presidente dos EUA, terá estado na mira da guarnição da bateria antiaérea instalada no Alto da Mãe de Deus, em Ponta Delgada, durante a última Grande Guerra. Ou esta não lograra identificar o C-54 da USAAF em que o famoso general viajava vindo da Africa do Norte com destino aos EUA – ou então esperava que a passagem do avião lhe tivesse sido comunicada, numa altura em que estavam ainda em vigor instruções rigorosas para que a artilharia portuguesa abatesse todos os aviões não identificados que sobrevoassem a cidade no raio de alcance daquela bateria. Continue reading “Transporte de dirigentes políticos: Do Ascalon à “Vaca Sagrada””

Anúncios

Sobre a queda de uma aeronave na Ilha do Pico – III

CS-ALE Helio Courrier via Cte. José VilhenaVia Cte. Vilhena

As caraterísticas do avião que se despenhou no Cabeço Redondo, freguesia das Bandeiras, concelho da Madalena, na noite de 24 de janeiro de 1965, pelas 21:40L, eram as seguintes: Continue reading “Sobre a queda de uma aeronave na Ilha do Pico – III”

Sobre a construção adiada de um aeródromo distrital na Horta, após a II Grande Guerra

aviao_hor

Tenho tropeçado, sucessivas vezes, neste assunto a propósito da visita a Santana de Rabo de Peixe da comissão técnica incumbida de estudar a localização do aeródromo em título na Feteira, ilha do Faial.  Pretendia-se então requalificar algumas das instalações existentes naquela antiga base militar (que albergara as Esquadrilhas Expedicionárias nº1 e nº3 no tempo da Guerra). Após a liquidação da referida unidade (ao tempo designada de Base nº 4 da Aeronáutica Militar) e sequente da respetiva transferência para as Lajes do Calvário (ilha Terceira), a infraestrutura em causa seria transferida para a alçada de competências do Ministério das Comunicações, daí nascendo, em 1949, o então designado Aeroporto de Santana (com o código IATA [também designado de código de três dígitos] SMG). Continue reading “Sobre a construção adiada de um aeródromo distrital na Horta, após a II Grande Guerra”

Sobre a queda de uma aeronave na ilha do Pico-II

Segundo notícia publicada no jornal O Telégrafo, na sua edição de 26 de janeiro de 1965, o avião despenhou-se na noite do dia 24, cerca das 21:40L, no lugar do Cabeço Redondo, na direção da freguesia das Bandeiras, concelho da Madalena, Ilha do Pico. Tratava-se de um monomotor, de origem norte-americana, e matrícula etíope (ET-ABN) que partira da Terra Nova, no Canadá, com destino a Santa Maria, com um único tripulante de nacionalidade norte-americana a bordo, de seu nome Cunningham, empreendendo a primeira etapa de uma viagem de ferry daquele avião que o levaria até ao seu novo proprietário, em África. Continue reading “Sobre a queda de uma aeronave na ilha do Pico-II”

A aviação encurta distâncias e aproxima pessoas – II

convite_ ATL2018-3O ensejo de retomar este assunto no momento presente decorre do facto de o Instituto Açoriano de Cultura estar a ultimar, através do dossiê Asas sobre o Atlântico, incluído na edição de 2018 da revista Atlântida … [cuja apresentação decorre a 1 de dezembro próximo] …  um trabalho de fundo dedicado exclusivamente à importância do aeroporto de Santa Maria para a Ilha em si e para a aviação transatlântica. Continue reading “A aviação encurta distâncias e aproxima pessoas – II”

A aviação encurta distâncias e aproxima pessoas – I

sata_1voo   Foto: Arquivo SATA                                                                                         

                                                                                         Artigo publicado no jornal Correio dos Açores, edição de 8-11-2018

Nesta oportunidade, retomo algumas das ideias que procurei transmitir em entrevista à comunicação social escrita por ocasião da realização do encontro promovido pela Associação para a Valorização e Promoção do Aeroporto de Santa Maria, subordinado ao tema Aviação: O impacto no tempo e no espaço, que decorreu, em Setembro de 2017, na ilha de Santa Maria. O ensejo de retomar este assunto no momento presente decorre do facto de o Instituto Açoriano de Cultura estar a ultimar, através do dossiê Asas sobre o Atlântico, incluído na edição de 2018 da revista Atlântida, a publicar ainda este mês, um trabalho de fundo dedicado exclusivamente à importância do aeroporto de Santa Maria para a Ilha em si e para a aviação transatlântica, na circunstância sob a coordenação de Carlos Riley Faria e António Sousa Monteiro. Continue reading “A aviação encurta distâncias e aproxima pessoas – I”

Sobre a queda de uma aeronave na ilha do Pico

Na tarde do dia, 22 de maio de 2017, recebi de um conhecido, entusiasta da aviação e, também, colecionador e fotógrafo de aviões, uma mensagem eletrónica na qual era questionado sobre o assunto em título. Perguntava-me se tinha conhecimento da queda de uma avioneta na ilha do Pico, na década de 60 do século findo. Mas, além das informações que lhe pudesse adiantar sobre o assunto, esta pessoa desejava ainda saber se havia fotos e notícias de jornal, ou outras, sobre o assunto. Continue reading “Sobre a queda de uma aeronave na ilha do Pico”